domingo, 22 de fevereiro de 2009

Pardal (Passer domesticus)


Esta espécie todos conhecemos - é o pardal, presente em todo o País, todo o ano, muito próximo de nós, tanto assim que lhe deram o sobrenome em latim de "domesticus", quer dizar "da casa".

O macho e a fêma têm plumagens diferentes, como vêem na fotografia - a fêmea em primeiro plano tem o pescoço castanho-claro, enquanto o macho tem um característico "bibe" de penas pretas, que no Inverno é pouco marcado sendo mais distinto no Verão. A nuca do macho é cinza e a de fêmea é acastanhada; o macho tem também uma pequena "mascarilha" preta nos olhos.

Vivem cerca de 10/12 anos. Constroem ninhos em edifícios e outras construções humanas, por vezes em árvores, feitos de muitos materiais, como materiais vegetais, penas, fios e papel. Os ovos são chocados pelos dois progenitores durante cerca de 2 semanas e podem chegar a fazer 3 posturas de 3-5 ovinhos, entre Fevereiro e Junho.

São granívoros, embora as crias sejam alimentadas com larvas e pequenos insectos.

Em algumas partes da Europa, principalmente na Holanda e Reino Unido, a sua população diminiu muito nos últimos anos, sem que haja já conhecida uma causa clara para tal.

1 comentário:

  1. Não desisto de vir aqui, pois gosto muito deste blog, um post PF!

    ResponderEliminar